Israel diz ter feito ataques terrestres pontuais à Faixa de Gaza em preparação para “próxima fase da guerra”

23 out 2023 - Brasil - Mundo

As Forças de Defesa de Israel (FDI) afirmam ter realizado ataques “ao longo da linha de contato” com a Faixa de Gaza durante a noite de domingo (22) para “matar esquadrões terroristas” enquanto intensificam os bombardeios no enclave palestino. A previsão é que os israelenses façam um ataque terrestre robusto nos próximos dias.

“Os ataques blindados e de infantaria foram realizados durante a noite. Essas ofensivas são ataques para matar esquadrões terroristas, preparando para a nossa próxima fase da guerra”, disse o contra-almirante Daniel Hagari nesta segunda-feira (23).

A ofensiva também visava localizar e procurar pessoas feitas reféns durante os ataques terroristas do grupo radical islâmico Hamas a Israel em 7 de outubro antes dos “próximos estágios da guerra”, acrescentou Hagari.

Militantes do Hamas mataram 1.400 pessoas em Israel durante a sua incursão no início deste mês e fizeram centenas de pessoas como reféns.

Desde então, as FDI aumentaram a sua repressão militar em Gaza, ao mesmo tempo que inundavam a fronteira com tropas.

Também lançou ataques na Cisjordânia ocupada desde a incursão do Hamas, prendendo centenas de palestinos que supostamente incluíam legisladores, figuras proeminentes, jornalistas e antigos detidos que cumpriram penas prolongadas em prisões israelenses.

As forças de Israel lançaram um pesado bombardeio em Gaza durante a noite, que matou dezenas de palestinos. Pelo menos 4.651 pessoas foram mortas no enclave devido ao bombardeio contínuo, segundo o Ministério da Saúde palestino em Gaza. O número não inclui vítimas de domingo.

Hagari disse nesta segunda-feira que os ataques aéreos israelenses nas últimas 24 horas atingiram “centenas de alvos terroristas” em Gaza, incluindo a rede de túneis usada pelo Hamas.