Minha Casa Minha Vida: novas regras reduzem juros no estado da Paraíba

10 jul 2023 - Destaques

Já teve início a disponibilidade das novas regras do Minha Casa Minha Vida para financiamentos imobiliários pela Caixa Econômica Federal (CEF).s

As novas medidas aumentaram o subsídio e reduziram o juro para famílias de baixa renda, além da elevação para R$ 350 mil no teto para o imóvel entrar no programa.

Para famílias das faixas 1 e 2, com renda de até R$ 4.400, o limite do valor do imóvel passa a variar entre R$ 190 mil e R$ 264 mil, a depender da localidade do imóvel, conforme tabela abaixo:

O valor máximo do imóvel a ser comprado na faixa 3 — a mais alta, que engloba famílias com renda mensal entre R$ 4.400,01 a R$ 8.000 — passa de R$ 264 mil para R$ 350 mil para todos os recortes territoriais, isto é, as localizações dos imóveis.

Juros

Também foi reduzida a taxa de juros para famílias com renda mensal de até R$ 2.000. A taxa cobrada para essas famílias passou de 4,25% para 4% nas regiões Norte e Nordeste, e de 4,5% para 4,25% no Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Com isso, a ideia é ampliar a capacidade de financiamento.

Confira as novas faixas de renda, já vigentes:

Modalidade urbana

Faixa Urbana 1 – renda bruta familiar mensal até R$ 2.640;

Faixa Urbana 2 – renda bruta familiar mensal de R$ 2.640,01 a R$ 4.400; e

Faixa Urbana 3 – renda bruta familiar mensal de R$ 4.400,01 a R$ 8.000.

Modalidade rural

Faixa Rural 1 – renda bruta familiar anual até R$ 31.680;

Faixa Rural 2 – renda bruta familiar anual de R$ 31.680,01 até R$ 52.800; e

Faixa Rural 3 – renda bruta familiar anual de R$ 52.800,01 até R$ 96.000.