Fotógrafo processa Xuxa, Globo e Endemol por causa de documentário

27 mar 2024 - Variedades

O fotógrafo Francisco Aparecido Dias, que trabalhou com Xuxa Meneghel por 15 anos, está processando a apresentadora, a Globo e a produtora Endemol Shine Brasil pelo uso de imagens feitas por ele sem autorização na série documental sobre a vida da ex-Rainha dos Baixinho. Ele pede R$ 49,3 mil de indenização pelo uso ilegal de direito autoral e pelo dano material por uso irregular das obras.

Segundo informações obtidas pelo F5, da Folha de S. Paulo, o profissional alega que tirou inúmeros retratos oficiais de Xuxa no período em que trabalhou com ela.

Por causa disso, ele participou de uma negociação com Xuxa, Endemol e Globo para licenciar de algumas imagens para uso nos episódios, mas o grupo não chegou a um acordo financeiro. Mesmo assim, dois retratos foram usados na produção, sem anuência do profissional.

“No ano passado, diversos emails e mensagens de WhatsApp com detalhes do ocorrido foram trocados com representantes das rés, que nenhuma solução apresentaram, limitando-se a dizer que iriam averiguar a possibilidade de uma composição pelo uso indevido da imagem de autoria do autor, porém, ao final, concluíram que o melhor seria o autor tentar buscar seu direito na esfera judicial”, diz a defesa do fotógrafo.

O fotógrafo diz que esta não é a primeira vez que Xuxa estaria o prejudicando. Em uma entrevista para a revista Veja, em 2018, Xuxa afirmou que foi enganada pelo fotógrafo, sem apresentar provas.

Uma audiência de conciliação foi marcada para o dia 7 de maio pela Justiça para as partes tentarem um acordo.

 

Maistvdenois

 

Fonte> Metrópoles.