Justiça bate o martelo em processo de advogado contra Luisa Mell

3 jun 2024 - Variedades

A briga judicial entre a ativista Luisa Mell e seu antigo advogado, Francisco Angelo Carbone, teve sua primeira batida de martelo após pouco mais de dois anos. Dessa vez, a loira levou a melhor. Isso porque a decisão foi contrária ao advogado e negou seus pedidos.

A coluna Fábia Oliveira teve acesso aos autos com exclusividade. Nele, o juiz do caso entendeu, no final de abril, que o advogado do processo não conseguiu comprovar o que alegou.

Em português claro: o processo veio desacompanhado das provas necessárias para que Francisco Angelo Carbone levasse para casa os R$ 52 mil que pediu. Segundo a sentença, o advogado precisava ter solicitado a produção de uma prova pericial, esta seria a única forma de esclarecer o ponto que ele levantou como sendo o correto.

O autor não concordou com a decisão do juiz, afirmando que ela colide com outras sentenças que julgaram situações semelhantes de outro modo. A insatisfação do advogado foi exposta em um recurso.

Luisa, no entanto, não concordou com o autor, e no início de maio expôs que o recurso escolhido por ele não é adequado para o processo.

Será que após tanto tempo Luisa se verá livre, de vez, dessa história? Bom, talvez, com sua vitória, a causa animal possa se tornar a única preocupação na vida da ativista mais conhecida do país.

Relembre o caso envolvendo Luisa Mell

Em 2022, o advogado Francisco Angelo Carbone Sobrinho ajuizou uma ação contra Luisa Mell alegando não ter recebido os honorários acordados verbalmente após defender a artista em três processos. Ele cobrou o valor de R$ 52 mil.

Angelo Carbone se tornou advogado da ativista em um processo contra o apresentador Sikêra Júnior. Ele também se apresentou como representante de Luisa Mell quando a apresentadora pediu uma medida protetiva de urgência contra o ex-marido, Gilberto Zaborowsky.

O advogado também afirmou que defendeu Luisa em outro processo por agravo de instrumento.

No processo, Carbone disse que soube que não trabalharia mais com processos envolvendo Luisa Mell por conta da imprensa, sem qualquer diálogo direto ou acerto de honorários com a apresentadora.