Justiça decide: Carlos Eduardo é o candidato de Lula a senador pelo RN

12 set 2022 - Nordeste

A juíza eleitoral auxiliar Ticiane Maria Delgado Nobre negou o pedido do candidato do PSB ao Senado Federal, Rafael Motta, contra seu adversário o candidato da Coligação ‘O melhor vai começar!’, Carlos Eduardo Alves (PDT), que compõe chapa majoritária com a governadora Fátima Bezerra (PT), candidata à reeleição. A juíza indeferiu a ação proposta pelo socialista que queria impedir que Carlos Eduardo Alves usasse um vídeo onde o ex-presidente Lula da Silva (PT), candidato a Presidência da República, anuncia apoio e pede voto para candidato pedetista.

Na peça jurídica, os advogados de Rafael argumentam que o partido de Carlos Eduardo, apesar de compor a coligação local com o PT, apoia outro nome a presidência da República, que é filiado a própria legenda, no caso, o candidato Ciro Gomes. A tese foi derrubada pelo advogado Erick Pereira, que defende o candidato Carlos Eduardo Alves, que, entre outras alegações, se apoiou também no art. 17, § 1º da Constituição Federal.

Diante da decisão da Justiça Eleitoral, o candidato Carlos Eduardo Alves pode usar livremente o vídeo em que Lula diz que o apoia e pede voto para o candidato pedetista.