Mãe e filha foram vítimas de influenciador suspeito de estupros no CE

27 fev 2024 - Nordeste

De acordo com a Polícia Civil do Ceará, o influenciador de 35 anos preso suspeito de estupro, fez ao menos sete vítimas em Fortaleza e na região metropolitana. Segundo a corporação, as vítimas têm entre 15 e 40 anos e duas delas são mãe e filha.

O homem foi preso no último sábado (24/2). Os crimes sexuais, que ocorreram em série, desde o dia 18 de fevereiro, foram praticados nos bairros Barra do Ceará, Montese e Itaoca, na capital; no Cumbuco, em Caucaia e na cidade de Tauá.
Conforme o titular da delegacia do 5º Distrito Policial, Valdir Cavalcante de Paula Passos, o homem abordava as vítimas de forma aleatória, no portão da casa delas e ameaçava dizendo que estava armado e era membro de uma facção criminosa. Após o crime, ele chegava a tirar fotos das vítimas e roubava o celular.

Até o momento, o homem não teve a identidade divulgada.

Denúncia feita por mãe e filha
A polícia tomou conhecimento do caso após a denúncia das duas mulheres, que foram atacadas pelo homem no Bairro Itaoca. A investigação foi realizada pelo 5° Distrito Policial e a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza.

Ainda de acordo com o investigador, o influenciador costumava usar veículos diferentes durante as abordagens, o que dificultava a identificação. Em algumas das abordagens ele estava de carro, em outra de bicicleta e até de moto.

Denúncia feita por mãe e filha
A polícia tomou conhecimento do caso após a denúncia das duas mulheres, que foram atacadas pelo homem no Bairro Itaoca. A investigação foi realizada pelo 5° Distrito Policial e a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza.

Ainda de acordo com o investigador, o influenciador costumava usar veículos diferentes durante as abordagens, o que dificultava a identificação. Em algumas das abordagens ele estava de carro, em outra de bicicleta e até de moto.

 

Maistvdenois

 

Fonte: Metrópoles