MC Daniel se defende em ação onde é acusado agredir rapaz no Rio

22 abr 2024 - Variedades

MC Daniel se manifestou nos autos do processo em que é acusado de agredir um homem numa praça do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio. Os advogados do cantor apresentaram a defesa, no último dia 12, segundo o colunista Peterson Renato, do Hora Top TV.

Os representantes do artista afirmaram que Diego Serafim, autor da ação, “mente” e que, por MC Daniel ser uma figura pública, “supõe-se” que ele deve ter imaginado que poderia conseguir algum embaraço tendente a gerar alguma vantagem processual.

Ainda de acordo com a defesa, o cantor afirmou que desconhece o evento narrado pelo rapaz e que jamais “interpelou, humilhou, agrediu ou ameaçou” o autor do processo. E a negativa sobre a suposta agressão também se estende aos seguranças do artista, que ele declarou serem inocentes

Na contestação das declarações de Diego Serafim, os representantes de funkeiro garantem que se o cliente houvesse agido conforme relatado, policiais que estavam no local teriam intervindo.

MC Daniel declarou, ainda, que nos autos “não há uma prova” do ocorrido. E o que há é somente o “exagero retórico” daquele que quer se beneficiar da própria torpeza e receber indenização indevida.

Após registrar sua defesa, o cantor solicitou que a ação seja julgada improcedente ou que, em caso de eventual condenação, que o valor seja não mais que um salário mínimo (R$ 1.412).

Entenda o caso
No fim de fevereiro, depois de relatar que sofreu preconceito durante um voo para Milão, na Itália, para acompanhar a Semana de Moda, MC Daniel foi acusado de uma agredir um homem numa praia do Rio de Janeiro.

Segundo Diego Serafim, o funkeiro teria dado um tapa nele, ao ser abordado depois que o cantor viu que estava sendo filmado, enquanto estava numa praça, acompanhado de seus seguranças. O caso aconteceu no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste carioca. Bonfim pede R$ 50 mil de indenização. As informações são da Folha de S. Paulo.

MC Daniel já foi acusado de agressão anteriormente. Inclusive, foi esta coluna que contou em primeira mão, em outubro do ano passado, que um fã, de 17 anos, estava processando o artista, alegando ter sofrido violência. Na época, ele negou o episódio e garantiu que o menino tinha usado drogas e álcool.

A denúncia do menor de idade
No ano passado, foi noticiado que MC Daniel havia sido processado por um menor, de 17 anos, que afirmou ter sido agredido pelos seguranças do artista em setembro de 2022. O jovem pediu R$ 91 mil de indenização ao ex-namorado de Mel Maia.

Pois bem. Atenta ao caso, esta colunista descobriu, em outubro de 2023, que os avanços na ação do menor se aproximavam do mais puro “nada”. É isso mesmo. Passados quase sete meses desde que o processo foi ajuizado, o funkeiro sequer apresentou sua defesa nos autos.

O motivo para isso é que encontrar MC Daniel tem sido um verdadeiro desafio para os oficiais de justiça. Em junho, foram solicitadas novas pesquisas via sistemas legais para localizar o endereço do artista. Isso porque, ele mesmo, acabou deixando, sem querer, a Justiça saber que sua casa já não era mais a mesma.

Aos que não se recordam, o MC fez uma piada após adquirir uma mansão de R$ 8 milhões, através de uma postagem nas redes sociais. O resultado, no entanto, não foi dos melhores.

Em setembro, foram apresentados pelo autor da ação mais quatro endereços na tentativa de que, dessa vez, MC Daniel seja encontrado e chamado para apresentar sua defesa na Justiça. O processo corre no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

 

Maistvdenois

 

Fonte: Metrópoles.