Número de policiais militares cai 4,3% na Paraíba em 10 anos

29 fev 2024 - Nordeste

O número de policiais militares na Paraíba caiu 4,3% nos últimos 10 anos. O dado é do Raio-x das Forças de Segurança Pública no Brasil, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O relatório aponta um déficit de forças policiais na Paraíba.

De acordo com os números, em 2013 a Paraíba tinha um efetivo de 9.263 servidores na Polícia Militar. Dez anos depois esse número caiu para 8.865 servidores. O índice absoluto de redução é de 398 policiais a menos.

Os números também apontam um déficit quando fazem uma relação entre o efetivo previsto em 2022 com os efetivos de 2023. O ideal para a PM na Paraíba seria um corporação com 17.933 policiais. O déficit apontado é de 49,4%.

Em relação ao efetivo de policiais civis na Paraíba, o estado tem o maior déficit na ocupação de vagas previstas, em 23,8%, no ranking que considera todos os estados da federação. Na sequência, aparecem Rio Grande do Norte (30,3%) e Alagoas (39%). O efetivo de policiais civis paraibanos corresponde a 1.640 servidores. O previsto era de 6.900 policiais.

O que dizem as polícias

Procurada pelo g1 para comentar os números, a Polícia Militar afirmou que “está com concurso em andamento, já nas fases finais, o que vai renovar em mais de 10% o efetivo” e que, além disso, promove “investimentos tecnológicos, reforçando a segurança pública paraibana”.

Em entrevista à TV Cabo Branco, o delegado-geral da Polícia Civil, André Rabelo, disse que a situação da corporação não mais a mesma que foi apresentada no relatório. Ele disse que por conta de um concurso, que segue em processo de convocação, a corporação conta com 2.503 servidores e já está prevista a convocação de uma nova turma, com 490 servidores, que começa em março.

“No estudo feito pela Polícia Civil esse concurso, feito para 1.400 vagas supre a nossa necessidade momentânea”, disse o delegado André Rabelo.

 

Maistvdenois

 

G1 PB