OAB repudia morte de advogada na Grande Natal e pede “elucidação rápida” do crime

28 fev 2024 - Nordeste

A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte (OAB-RN) emitiu uma nota nesta quarta-feira (28) sobre a morte da advogada Andréia Teixeira, de 42 anos, e seu namorado, Lenivaldo César de Castro, de 52.

O crime aconteceu no bairro de Nova Parnamirim e, segundo as primeiras informações preliminares, não há indícios de envolvimento com a atuação profissional da advogada.

“Porém, logo que tomou conhecimento do caso, a Seccional Potiguar acionou o Plantão de Defesa das Prerrogativas e está acompanhando situação. A OAB/RN repudia veementemente qualquer tipo de violência e se coloca à disposição das autoridades competentes para colaborar com a elucidação rápida do crime”, afirma a ordem, na nota.

Relatos preliminares dão conta que o crime teria motivação passional e que o casal estaria chegando no apartamento dela quando foram surpreendidos pelo atirador.

 

Maistvdenois

 

Fonte: Uirauna.net