Vereadores de Patos, na PB, aprovam aumento de 70% no próprio salário para 2025

19 abr 2024 - Nordeste

A Câmara Municipal de Patos aprovou, nesta quinta-feira (18), dois projetos de lei que estabelecem aumento de salários do prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores do município a partir de 1º de janeiro de 2025. A decisão é válida para os candidatos que forem eleitos nas urnas em outubro.

As propostas da Mesa Diretora da Casa passaram em primeiro turno com 12 votos a quatro contrários, e deve voltar a ser analisada em segundo turno na próxima terça-feira (23). (confira o placar ao final da matéria).

Caso vire lei, os vereadores terão aumento de 70%. A remuneração básica deve subir de R$ 10 mil para R$ 17 mil. O presidente da Câmara, por sua função administrativa, passaria a receber R$ 22 mil.

Já o prefeito eleito terá um reajuste de 64,7%. O atual prefeito Nabor Wanderley (Republicanos) recebe R$ 17 mil e, quem ocupar o cargo, passaria a receber R$ 28 mil.

Para o vice-prefeito de Patos, o salário proposto foi de 50% da remuneração que será paga ao prefeito, ou seja, R$ 14 mil. Os secretários titulares e equivalentes ao cargo de secretário tiveram salário proposto em R$ 13 mil e os adjuntos R$ 5 mil.

Confira como votou cada vereador presente na sessão
Favoráveis

David Maia (Rede)
Emano Araújo (Rede)
Ferré Maxixe (Republicanos)
Marcos Cesar (PSB)
Nandinho (PSB)
Sales Junior (Republicanos)
Décio Motos (Republicanos)
Fátima Bocão (Republicanos)
Italo Gomes (Republicanos)
Nadir Rodrigues (Republicanos)
Nega Fofa (PSB)
Willa da Farmácia (PSB)
Contrários

Jamerson Ferreira (MDB)
Zé Gonçalves (PCdoB)
Josmá Oliveira (MDB)
Sargento Patrian (MDB).

 

Maistvdenois

 

Fonte; G1 Paraíba.