Vídeo: âncora da Globo chama repórter de Zelda m*rda e web revive meme

22 jan 2024 - Variedades

Ana Paula Campos repetiu a gafe de William Waack, que cometeu o mesmo deslize em 2001, ao vivo, ao chamar a colega para uma reportagem.

Mais de 20 anos se passaram e conseguiram reviver um meme. Ana Paula Campos estava apresentando o SP1, nesta segunda-feira (22/01), quando chamou a repórter Zelda Mello para falar sobre construções de apartamentos em Guaianases, na zona leste de São Paulo. Ao falar o sobrenome da colega, ela a chamou de Zelda m*rda, assim como William Waack fez em 2001.

“São imóveis com financiamento sem juros para famílias que ganham até cinco salários mínimos por mês. A Zelda m*rda… Zelda Mello está lá em Guaianases”, declarou Ana Paula, que está substituindo Alan Severiano no programa.

A jornalista não se mostrou surpresa com a confusão, apenas deu um meio sorriso e seguiu com a matéria. No Twitter, os internautas não perdoaram e se divertiram:

“Zelda M*rda, o retorno 🤣”, brincou um. “Remake na Globo está tão na moda que rolou o remake do Zelda M*rda”, comparou outro. “Meu senso de humor é me contorcer de rir com o replay de Zelda M*rda”, comentou um terceiro. “Fica todo mundo na hora de chamar ela ‘não posso chamar de Zelda m*rda, não posso chamar de Zelda m*rda’. E o cérebro: ‘Opa, saindo um Zelda m*rda no capricho’”, declarou mais uma.

Rodrigo Bocardi e Glória Vanique, apresentadores do Bom Dia São Paulo, da TV Globo, se confundiram durante a apresentação do telejornal, em 2020. O caso aconteceu durante a reportagem de uma ambulância que colidiu contra um poste na avenida Washington Luís, na zona sul da capital paulista.

Enquanto a repórter Zelda Mello, a bordo do helicóptero da emissora, mostrava o veículo, os apresentadores comentaram o caso: “Uma ambulância de Itu. A gente fala Itu porque está escrito”, disse Bocardi.

No retorno do intervalo, o jornalista, já ciente do erro, escondeu o rosto com a mão e brincou com a colega de bancada: “Você está com coragem de encarar a câmera?”, questionou. “Essa a gente merece”, disse Glória, aos risos.

“Nossa, que vergonha, que bola fora… É um acidente algo muito triste, mas a gente está aqui de alguma maneira rindo do nosso equívoco, porque eu fui lá e disse Itu e é UTI (unidade de terapia intensiva)…”, corrigiu o jornalista.

“É para ler do retrovisor [do carro]”, explicou Glória, acrescentando que a palavra ambulância também é escrita ao contrário pelo mesmo motivo. “Jornalismo ao vivo, acontece”, finalizou.

 

Maistvdenois

 

Fonte: Metrópoles.